Entrevista: Vinícius Bellebone fala sobre o PLO 5 cartas, sua vida e metas

Em entrevista exclusiva, Bellebone fala desde estratégias de Omaha 5 cartas até sobre gestão financeira e suas metas de vida pessoal

Mais Poker – Conta um pouquinho sobre sua trajetória

Vinícius – Comecei a jogar poker aos  19 anos, alguns amigos me convidaram para jogar, eu nunca tinha jogado antes, estava bem perdido haha. Pessoal “me matou” nesse dia,  mas me interessei pelo jogo. Eu tinha um perfil extremamente competitivo nessa época e comecei a pesquisar e ler mais sobre o game. Fui parar no fórum de poker do MaisEv e comecei a participar ativamente da comunidade, postando no fórum, conhecendo a galera, participando dos churras. Nesse ponto eu percebi que havia jogadores jogando poker profissionalmente e tendo excelentes resultados, isso me chamou a atenção. Sempre gostei muito de esportes, competição  e nunca me via em um emprego “tradicional”. Logo que comecei a jogar de forma mais seria comecei jogando cash game (NL 2 short stack haha) e alguns sit e go que possuíam excelente action na época.  Mas logo me interessei pelo PLO (Pot Limit Omaha), era uma modalidade que poucas pessoas jogavam e existia um material de estudo bem limitado, talvez eu tenha visto uma oportunidade ali, além de achar o jogo com uma dinâmica muito mais interessante. Joguei PLO regularmente por uns 6 anos, na grande maioria do tempo focado na PLO 100 e 200 no Pokerstars, nessa época existia o sistema VIP no PS, com o Supernova, Supernova Elite, etc. Era bem sonho, lembro de ter feito mais de 2.5KK VPP lifetime, que era trocado por rakeback. Ao termino desse sistema VIP, comecei a jogar em diferentes sites buscando actions alternativas e possíveis deals de rakeback (que é um critério muito importante no PLO) e mantive esse grind até começar o “boom” de PLO 5 cartas no Brasil, em sites como PPPoker e Upoker, que é onde eu jogo 100% do tempo agora. Inclusive, desenvolvi um curso nessa modalidade, me percebi um pouco saturado de somente jogar poker e sentia falta de um propósito, de ter troca com pessoas, de uma maior interação, que são critérios importantes pra mim, então me dediquei a área de coaching e ensino de jogadores. Tivemos mais de 190 alunos nas turmas do curso, fora meus alunos de coaching pessoal. Foi e está sendo uma experiencia muito massa, recebi feedbacks que me motivaram bastante e me fizeram me sentir muito feliz com o meu trabalho.

Hoje também tenho um time de PLO 5 com sócios, onde investimos e damos suporte técnico para esses jogadores crescerem na modalidade. 

Mais Poker – PLO 5 cartas, quais são as principais diferenças entre o Omaha tradicional? em questão de estratégia?

Vinícius – Quando nós falamos sobre o PLO, muita gente tem a falsa impressão de ser um jogo de “sorte”, ou de maluco, que tem muita variância, blábláblá, logo, no Omaha 5 cartas, essa falsa impressão se intensificou, dado a dinâmica do game, de ter 5 cartas pré flop, equidades pré flop parecidas, etc. Só que essas pessoas não percebem que quem realmente estuda o game, está tendo MUITA vantagem no field, principalmente na correta seleção de ranges pré flop.

Em relação a variância, devemos agradecer a ela, pois é ela que mantém os jogadores recreativos jogando frequentemente. Especificamente no PLO 5 cartas, a variância e a dinâmica do game “engana” esses jogadores, é um jogo onde você sempre vai ter uma mão suited por exemplo, e em teoria, mãos de valor tanto pré flop, como pós flop. Acontece que bons jogadores vão estar sempre dominando os ranges dos seus adversários, então é comum spots de flush x flush, full over full e etc. E o jogador recreativo acredita que está dando azar nesses spots. Essa crença popular de que é uma modalidade de sorte faz com o que field permaneça muito fraco.

 Mais Poker – Um dos segredos é escolher muito bem o range pré flop?

Vinicius – Sim o valor das mãos é diferente no Omaha principalmente no 5 cartas. O foco é no potencial de nuts e dominância. Quando você seleciona bem suas mãos pré flop, além de dominar o range dos seus oponentes, você também tem decisões mais fáceis no pós flop. Pensando na estrutura do 5 card, é muito comum potes multiway (com 3 ou mais jogadores) e ter os ranges adequados faz toda a diferença nesses spots. 

Mais Poker – Pelo field ser fraco, você acredita que um jogador que estuda um pouco já se sobressai bastante?

Vinícius – Com certeza, se você se dedicar, em pouco tempo vai ter vantagem sobre o field. São poucos jogadores que realmente estudam o jogo. Isso eu posso afirmar pela experiência que eu tive com os alunos do curso, tivemos muitos jogadores que nunca haviam estudado PLO, que em pouco tempo nos passaram feedbacks excelentes em relação a resultados. O importante é você focar em ter uma base solida do seu game. Conseguimos passar isso de uma forma bem simples e didática pra galera, sem “decoreba”. E sim mostrando pros players o porque de fazer o que elas fazem, quais critérios que são importantes na construção dos seus ranges, etc.

Acredito que seja uma grande oportunidade apostar em modalidades alternativas ao Texas Hold’em, por mais que o field tenha melhorado nessas modalidades, penso que todos ainda temos muito a evoluir. E o principal, esses são jogos que atraem muito o jogador recreativo, por ser muito divertido para ele jogar jogos com tanta action (A variância é nossa amiga, lembra? haha) 

Mais poker – Qual sua opinião sobre os apps Pppoker, Upoker? Querendo ou não é controversa a questão da segurança nesses apps. Você joga neles?

Vinícius – Como eu disse, jogo 100% da minha action nesses sites hoje em dia. São jogos relativamente caros, com um nível técnico bem abaixo. Em relação a segurança, sem dúvida é algo que preocupa qualquer player, eu sempre fico atento a possíveis “collusions” e busco jogar em clubes que tenham credibilidade e passem muita confiança no meio.    

Mais Poker – Você acha que a tendência é que esse apps cresçam?

Vinicius – Acredito que sim, justamente por eles atenderem diretamente o público recreativo.

Mais Poker – Quais são os próximos planos para sua carreira?

Vinícius – Tenho jogado bem pouco eventos ao vivo, diminui também minha frequência de grind online. Passei muitos anos da minha carreira jogando 10 horas por dia. E agora busquei um equilíbrio com outras áreas importante na minha vida. Me mudei para praia, estou fazendo aulas de surf, curtindo meus amigos, tirando mais tempo para o Vinicius como pessoa. Em relação ao trabalho, o foco é totalmente em qualidade e performance, percebi que eu posso trabalhar muito menos tempo e ter mais resultados do que antes, desde que eu coloque a minha energia no ponto certo. Presença, foco e qualidade fazem toda a diferença.

Acho que meus planos se baseiam em manter essa qualidade e performance em equilíbrio com outros áreas da minha vida. 

Mais Poker – Tem alguma coisa que o pessoal te pergunta bastante?

Vinícius – Uma pergunta bem comum é em relação ao preparo mental para jogar poker, é algo pouco trabalhado e ao mesmo tempo, extremamente importante. Os jogadores se preocupam muito com a parte técnica, porém esquecem que é preciso um “ambiente” adequado para por essa técnica em prática. É bem comum jogadores que não mantém uma regularidade, que mudam sua forma de jogar conforme os resultados, “tiltam”, começam a ter ligação emocional com a tomada de decisão, etc. O preparo fora das mesas é essencial, desde como gere seu bankroll, como cuida do seu corpo e mente, e da sua vida financeira, pessoal e emocional. O mediano consistente é muito superior ao ótimo irregular. 

 Mais Poker – Quais são as medidas off poker que influenciam diretamente no seu jogo?

Vinícius –  Tenho buscado equilibrar momentos de lazer e trabalho, dando muita ênfase em fazer coisas que me fazem realmente feliz. Creio que me sentir bem na minha vida pessoal é importantíssimo para os meus resultados no poker. Não dá para separar o pessoal do profissional.Além disso, tenho cuidado do meu corpo, com boa alimentação, descanso, exercício e aprendi a me respeitar, saber que eu tenho altos e baixos e está tudo bem. Hoje eu não forço jogar quando estou cansado, ou quando estou preocupado com alguma questão pessoal, extingui todas as metas de volume e foco muito mais em qualidade.

Falando da organização do Poker em si, tenho jogado com um bankroll que eu me sinto confortável para a minha tomada de decisões e investi em um setup que permite eu me sentir bem enquanto trabalho.

Mais Poker – Qual seu conselho para as pessoas que focam muito na parte técnica e esquecem o resto?

Vinícius – Pense que todos os pilares da sua vida afetam diretamente a sua performance. De 0 a 10, como tem sido a sua organização para jogar poker? De que formas você pode aumentar essa nota? O que fora da parte técnica você pode fazer para ser um jogador melhor? O que os jogadores que você admira e tem resultados fazem?

 Da para fazer mil perguntas aqui. Técnica é de fato muito importante, mas vai por mim, o que diferencia quem tem resultado de verdade são outros fatores.

Mais Poker- Alguma meta ou sonho que você ainda queira conquistar?

Vinícius- Me vejo em um processo de autoconhecimento ultimamente, e estou curtindo muito isso. Entender quem eu sou de verdade, a minha essência. Desconstruindo uma imagem pessoal de coisas que talvez foram muito cobradas pelo meio, como correto, ideal e me alinhando mais com o que eu acredito. Fico feliz de poder viver isso em parceria com o poker, pela liberdade que ele me proporciona.

Quando penso em metas especificas para o poker, penso muito em financeiro e em uma liberdade nesse sentido, então tenho me organizado bem e investido meu dinheiro, pensando em uma maior tranquilidade de futuro, para mim e para as pessoas que eu amo, levando em conta que o poker é uma renda variável. 

E satisfazendo um pouquinho meu ego, eu penso em no próximo ano jogar o WSOP em Vegas e montar uma reta somente de torneios de PLO e HI/LO, vai ser muito massa!! 

Mais Poker – Muito obrigada pela entrevista e por compartilhar um pouco da sua história com a gente Bellebone!

Ainda não tem uma conta no PPpoker e no Upoker? Entre em contato para fazer a sua e ganhar benefícios exclusivos!

WhatsApp Breno: (41) 8450-1352

**Acompanhe as últimas novidades do Mais Poker pelo nosso Instagram: @maispoker

LEIA MAIS: O auge e o declínio do High Stakes Online

Pior bad beat da história custa ao perdedor $400K no CPP

Pokerstars garante $11 milhões em série High Roller

 Se classifique para o The Venom, com $6 milhões gtd, por $0,25

Power Up vai ser retirado e duas novas modalidades surgem no PS

Empresário e jogador Guy Laliberté é preso por cultivar cannabis

Boeree e Kurganov rompem contrato com Team Pro PokerStars

 Tom Dwan compartilha como chegou ao High Stakes

 Hellmuth perde $20K em aposta de tênnis contra profissional

 SCAM: bots nos Heads Up Sit and Gos

Por Camila Avelar

Show More

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close